Tipos de tratamento para o câncer de mama

O tratamento do câncer de mama vai depender da extensão (tamanho e comprometimento de outros locais) e do tipo do câncer (biologia tumoral). 

As principais armas que dispomos para tratar o câncer de mama são: 

  • Cirurgia (que pode ser cirurgia conservadora ou mastectomia)
  • Radioterapia
  • Quimioterapia
  •  Hormonioterapia
  •  Terapia alvo

Estas modalidades podem se associar em várias possibilidades de combinação a depender de caso (tipo de tumor e tipo de cirurgia).

Para os tumores iniciais, a principal modalidade de tratamento será a cirurgia podendo ser necessário a sua complementação com outras armas.

Saiba mais

Princípios do tratamento cirúrgico

Cirurgia Oncológica Mamária: Quando falamos em tratamento de Câncer de Mama devemos pensar no tratamento da mama propriamente dita e também da axila.

A Ressecção Cirúrgica Oncológica Mamária genericamente é dividida em dois grupos:   

1 – Cirurgia Conservadora (Quadrantectcomia) – cirurgia que consiste em retirada de parte da mama.

2- Mastectomia: cirurgia que consiste em retirada total da mama. 

Saiba mais

Cirurgia Oncoplástica

Muitas pacientes com câncer de mama podem receber tratamento cirúrgico oncológico conservador com a preservação da mama, e assim, mantendo a sensibilidade do órgão, preservação do bico do seio e, em alguns casos, podendo ter ganho estético e funcional a pesar de estar se submetendo a um tratamento cirúrgico para câncer de mama, o que é uma mudança de paradigma. A este procedimento damos o nome de Abordagem Oncoplástica do Câncer de Mama.

Saiba mais

Mastectomia Moderna

A mastectomia moderna, do ponto de vista técnico se constitui na mastectomia com preservação do complexo areolopapilar (CAP), ou seja, mastectomia com preservação do bico do seio (Fig. 1). Está associada à reconstrução mamária imediata com prótese de silicone definitiva, prótese expansora definitiva ou expansor temporário (Fig. 2) de acrodo às caracteristicas físicas da paciente bem como da avaliação médica. Alguns casos poderão ser reconstruídos com retalhos autólogos miocutâneoa (retalho TRAM ou retalho do músculo grande dorsal).

Saiba mais

Radioterapia Intraoperatória

A RADIOTERAPIA INTRAOPERATÓRIA (RTIO) consiste em uma modalidade moderna do tratamento do câncer de mama. Corresponde à combinação do tratamento cirúrgico com a aplicação, no mesmo momento da cirurgia, de uma dose de radioterapia localizada na área onde o tumor apareceu.

Saiba mais

Radioterapia

A radioterapia também é uma das modalidades de tratamento adjuvante (adicional) ao tratamento principal do câncer de mama que é a cirurgia. O tratamento adjuvante visa eliminar alguma célula tumoral que, eventualmente, possa ter ficado na área da cirurgia além da área da ressecção cirúrgica. 

Saiba mais

Quimioterapia

A quimioterapia é uma das modalidades de tratamento adjuvante (adicional) ao tratamento principal do câncer de mama que é a cirurgia. O tratamento adjuvante visa reduzir o risco de que alguma célula tumoral que, eventualmente, possa ter escapado da mama e contaminado a corrente sanguínea.

Saiba mais

Hormonioterapia

A hormonioterapia é uma das principais armas para o tratamento adjuvante (adicional) ao tratamento principal do câncer de mama que é a cirurgia. O tratamento adjuvante visa reduzir o risco de que alguma célula tumoral que, eventualmente, possa ter escapado da mama e contaminado a corrente sanguínea.

Saiba mais

Terapia Alvo

As células cancerígenas expressam proteínas específicas que são responsáveis pela multiplicação celular tumoral, ou seja, pelo crescimento do tumor. Estas proteínas responsáveis pela multiplicação celular tumoral também podem ser chamadas de “drivers”, “catalizadores” ou aceleradores da multiplicação celular. Atacar estas proteínas é o objetivo da chamada terapia-alvo molecular e com isso frear a multiplicai celular tumoral. Neste sentido a terapia alvo seria um freio contra o tumor.

Saiba mais

Tratamento Adjuvante

Tratamento adjuvante é um tipo de tratamento para o câncer realizado em adição à terapia primária, principal ou inicial. Um exemplo de terapia adjuvante é o tratamento adicional geralmente empregado após a cirurgia, na qual todas as doenças detectáveis devem ter sido removidas, mas podendo permanecer um risco estatístico de recidiva local (na mama ou na axila) ou recidiva sistêmica (para os órgãos como pulmão, fígado, cérebro e/ou para os ossos), devido a lesões ocultas microscópicas residuais.

Saiba mais

Prevenção começa com informação.

Agende sua consulta