Coronavírus e COVID-19: o início do problema

Os coronavírus (abreviação CoV) são importantes patógenos humanos e animais. 

No final de 2019, um novo coronavírus foi identificado como a causa de um conjunto de casos de pneumonia em Wuhan, uma cidade na província de Hubei, na China. Ele se espalhou rapidamente, resultando em uma epidemia em toda a China, seguida por um número crescente de casos em praticamente todo o mundo conforme dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Histórico cronológico:

  • 31 de dezembro de 2019, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recebeu o alerta de que diversas pessoas na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China, apresentaram pneumonia cuja etiologia era desconhecida 
  • 7 de janeiro de 2020, as autoridades chinesas confirmaram a identificação de uma nova cepa de CoV que ainda não havia sido identificada em seres humanos 
  • 12 de janeiro de 2020, a China informou a OMS de que o surto estava associado a exposições em um único mercado de frutos do mar, na cidade de Wuhan, e compartilhou com os demais países a sequência genética do novo CoV
  • 30 de janeiro de 2020, a OMS recomendou que o nome provisório do novo CoV deveria ser 2019-nCoV
  • 11 de fevereiro de 2020, a OMS anunciou que o nome para a doença causada pelo novo CoV seria COVID-19 
  • 26 de fevereiro de 2020 confirmado o primeiro caso de coronavírus no Brasil, em São Paulo
  • 11 de março de 2020, a OMS anunciou a COVID-19 se trata de uma pandemia