Quimioterapia

 

A quimioterapia é uma das modalidades de tratamento adjuvante (adicional) ao tratamento principal do câncer de mama que é a cirurgia. O tratamento adjuvante visa reduzir o risco de que alguma célula tumoral que, eventualmente, possa ter escapado da mama e contaminado a corrente sanguínea.

 

  • Tratamento adjuvante é um tipo de tratamento para o câncer realizado em adição à terapia primária, principal ou inicial. Um exemplo de terapia adjuvante é o tratamento adicional geralmente empregado após a cirurgia, na qual todas as doenças detectáveis devem ter sido removidas, mas podendo permanecer um risco estatístico de recidiva, devido a lesões ocultas.
  • Tipos de tratamento adjuvante:
    •    Hormonioterapia,
    •    Quimioterapia,
    •    Radioterapia,
    •    Terapia-alvo.

 

Logo percebemos que a quimioterapia é um tratamento adicional à cirurgia para tentar aumentar as chances de cura quando estimasse que o risco de recorrência seja alto e também quando estima-se que a quimioterapia trará benefício na redução deste risco, pois nem todos os tumores respondem à quimioterapia. Portanto percebemos que nem todos os pacientes necessitarão de quimioterapia.

Logística de escolha de tratamento adjuvante para os casos que o tratamento inicial foi a cirurgia.

 

A maioria dos tipos de câncer de mama vão começar o tratamento com a cirurgia.

 

Após a cirurgia, será realizada uma análise para identificar as pacientes com risco mais elevado de apresentar focos microscópicos de células tumorais em algum outro órgão. Nesses casos, está indicado o tratamento chamado adjuvante, que tem por objetivo reduzir o risco de recidiva.

A escolha do tipo de tratamento adjuvante irá depender principalmente da magnitude do risco de recidiva. Esse risco, por sua vez, depende do estadiamento da doença (volume de doença), das características do tumor (biologia tumoral), da idade e da condição clínica da paciente. Quanto maior o risco de recidiva da doença, mais agressivo deve ser o tratamento adjuvante, empregando esquemas de quimioterapia intensos e eficazes.

Quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos para destruir as células doentes que formam um tumor. Estes medicamentos são administrados pelo sangue (mais comum) ou pela boca ( via oral) e após serem absorvidos, se misturam com o sangue e são levados a todas as partes do corpo, destruindo as células doentes que estão formando o tumor e impedindo, também, que elas se espalhem pelo corpo.

A quimioterapia age nas células em alto processo de replicação celular (caso das células cancerígenas) bloqueando este processe de replicação celular e matando estas células doentes. No entanto, agem também em células saudáveis do corpo matando algumas das nossas células boas e que tem função no nosso corpo o que são responsáveis pelos efeitos colaterais como queda do cabelo e diarreia.

A duração do tratamento é planejada de acordo com o tipo de tumor e varia em cada caso.